Nosso blog...

Nosso blog...
Há 9 anos jogando as sementes...

* BRINQUEDOS...














BRINQUEDOS
Esse texto faz parte da blogagem coletiva, do
As brincadeiras da nossa infância eram saudáveis e bem divertidas.
Muito pouco nos deixava contentes e satisfeitas.
Podíamos andar pelas calçadas soltas,pular muros, nos esconder nas casas de vizinhos sem correr riscos de levar tiros, sendo confundidos com assaltantes, jogar bola nas calçadas em frente à casa,lá também, riscado com pedras, as amarelinhas, caracóis...
Pulando janelas da pobre tia, que era a vítima,ou subindo no pé de mamão de sua casa,e lá, "encarapitadas", faziamos bolhas de sabão, tendo como canudos os talos das folhas do mamoeiro, que nos deixava todas sujas e com os lábios quase queimados...
Tudo, apreciando lá de cima, a vista dos galinheiros...
Tantas coisas boas, brincadeiras leves, tranquilas...
Nossos quatro filhos ainda pegaram uma boa época de suas vidas, enquanto morávamos numa cidade perto da capital,mas na época, ainda interiorana.
Podiam ter liberdade, fechavam a nossa rua para brincadeiras, em meio aos cachorros, bolas, árvores, excursões pelas pontes, trilhos, passeios ciclísticos, tudo na rua.
Dentro de casa, autorama (mini), gênius, merlin,odissey ,bonecas, panelinhas, futebol de botão, bate-bate de figurinhas...
Uma das coisas que em matéria de brinquedos, mais me chamou a atenção, foi quando nosso netinho,Pippo, então com uns dois anos, no Rio de Janeiro,numa praça em Ipanema,estava com um pião lindo,de metal, bem colorido, que apenas havia ganho de nós, os avós.
Estava entusiasmado e além dele, juntou toda a praça ali ao nosso lado, parecendo verem um ET.
Ninguém o conhecia o tal pião grande e colorido e, para nós, tratava-se de algo tão simples... Isso aconteceu há mais ou menos doze anos.
Tanta diferença, foi incrível!
Por outro lado, esta semana uma notícia chocante*:
"Numa escola pública de Sapucaia do Sul, aqui pertinho, crianças substituíram o esconde-esconde ou o pega-pega por um brinquedo terrível...passaram a brincar de traficantes.Para tanto, quebraram o giz da lousa,trituraram até que virasse pó e embalaram em sacos plásticos.
A brincadeira, grupos teriam de angariar mais usuários e conquistar bocas de fumo. Isso em crianças de uma 4ªsérie, idade de 9/10 anos."
Isso causa uma pena e faz refletir, ainda que não queiramos ser saudosistas.
Hoje, desde o nascimento, as crianças tem quartos inteiros repletos de brinquedos. Quando fazem dois aninhos, já não temos o que dar a elas.É impressionante de ver!
No entanto, falta algo: a simplicidade e muita criatividade que poderia fazer com que aproveitassem muiiiiiiiito mais aquilo que tem à disposição.
Tomara possam usar a criatividade para o bem e assim, aproveitar tudo o que dispõe da melhor forma possível...
Tomara mesmo! chica
* Jornal Zero Hora de 22.10.09,p.43.

10 comentários:

  1. Tempo bom!E além de tudo a gente criava brinquedos e ganhava a rua....Hoje as crianças de apto ficam restritas ao play ou dentro de casa com seus video games.A voelência e o custo de vida levou embora os quintais, seus peões, bolinhas de gude... Saudades! bjão Chica

    ResponderExcluir
  2. Tempos bons... Será que voltarão um dia?!bjs

    ResponderExcluir
  3. Anônimo1.11.09

    E verdade Rejane, parabens pelo texto, dizem que com a idade vamos sofrendo de "saudosismo" mas nao e bem assim nao, as coisas acontecem numa velocidade impressionante e vemos o que e simples e bom sumir num estalar de dedos, infelizmente, mas como bem escrevestes, tomara que nessa modernidade toda eles encontrem uma maneira legal para se divertirem. Beijos, Heloisa.

    ResponderExcluir
  4. Olá

    Amei o seu texto, concordo, naquela época as crianças eram mais crianças, acho que mais felizes também.

    Também fiz bolas de sabão com talos de mamoeiro, com um primo meu...
    Que saudades!

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica,
    A do peão de seu neto, foi boa...!! Rs

    Que pena que as crianças estão brincando com exemplos ruins... De fato, poderão crescer achando normal e, depois, começarem a investir no tráfico de verdade... Precisam de monitoramento e educação mais aprimorada...

    Beijos, também estou nessa blogagem,
    Ana Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Oi Chicca uma ótima chamada de atenção para nós pais tentarmos estimular nossos filhos com as brincadeiras criativas e originais de nossos tempos.Meu Fran tb descobriu um pião de meu irmão lá no CE no verão passado e ficou tão encantado que não quis mais saber da 'pulseira eletrônica do ben 10'.

    ResponderExcluir
  7. Parabens pela postagem. É realmetne uma coisa infeliz o que fizeram com a infância das crianças de hoje.

    ResponderExcluir
  8. Estou também participando da coletiva dos brinquedos.
    Passe lá e confira.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/

    Vamos de coletivo, para ser ,ais rápidos.
    Com carinho
    Sandra

    Nossos brinquedos de infância foram muitos legal, para nossa época.
    Cada um de nós tra as lembranças de outora.
    Com muito carinho...

    ResponderExcluir
  9. Lembra de brincadeiras gostosas e de um tempo em que podia-se brincar na rua tranquilamente.
    Os tempos mudaram neste pais, em outros as crianças podem brincar tranquilas na rua.
    Quem sabe por isso que precisam de tantos brinquedos, a gente só precisava de amigos que o resto acontecia.
    beijos querida

    ResponderExcluir
  10. Sublinho a frase "No entanto, falta algo: a simplicidade e muita criatividade que poderia fazer com que aproveitassem muiiiiiiiito mais aquilo que tem à disposição." Concordo com a Chica e empenho-me diariamente, para que o quarto do Guilherme - repleto de brinquedos, não o afaste desse mundo de imaginação e liberdade.
    Obrigada pelo desafio aceite desta blogagem colectiva que propus pelo Vou de Coletivo!

    ResponderExcluir

*♥* Que bom te ver aqui!beijos,chica *♥*